Guilherme Paulus e sua história de sucesso, veja como tudo começou

O empresário Guilherme Paulus fundou, no ano de 1972, a CVC. A ideia surgiu um ano após o jovem, que na época tinha 22 anos de idade, ser empregado da Casa Faro Turismo.

A paixão pelo setor estimulou o rapaz a abrir a sua agência de viagens, ao lado de um sócio. O local escolhido para tudo começar foi o centro de Santo André (SP).

A dupla permaneceu junta até 1974, quando o sócio e Paulus vendeu a ele a sua parte no negócio. Guilherme seguiu trabalhando e realizando excursões para os empregados das indústrias do ABC. As viagens eram apenas rodoviárias e Paulus queria mais.

Foi então que resolveu inovar e oferecer viagens com estadia em hotéis com mais estrelas. Em épocas de pouco lucro, o jovem tinha dificuldade em pagar, antecipadamente, as reservas, mas acabou conseguindo.

Ele também decidiu ampliar e começar a fazer viagens com transporte aéreo. Para facilitar a compra desses pacotes, que tinham um custo maior, Paulus passou a oferecer, através da CVC, o parcelamento.

A história da pequena agência de viagens foi mudando e ela se expandiu. Atualmente, a CVC tem mais de 900 lojas espalhadas por todo o país e transporta mais de 4 milhões de viajantes todos os anos. Se antes as viagens eram rodoviárias, hoje elas são para dentro e fora do Brasil e, em sua maioria, com transporte aéreos.

Além os trabalhadores que estão nas lojas físicas, há mais de 8 mil agentes de viagens cadastrados em todo o Brasil. Esses parceiros focam em atender aos turistas em seus destinos, e proporcionar dias de muito descanso, diversão e tranquilidade.

Embora seja dono de R$ 1,9 bilhão, Guilherme Paulus não deixou de trabalhar e investir. O foco dele agora é o setor hoteleiro.

Para garantir que os negócios caminham bem, ele garante que acorda cedo, por volta de 6h30, mesmo no inverno, e segue acompanhando tudo de perto. Até as obras recebem a visita do empresário, que quer ter a certeza de que o melhor será ofertado ao seu cliente.

 

Guilherme Paulus investe em hotéis

O empresário, que nasceu em Curitiba – Pr mas foi criado em São Paulo, é o dono da da GJP Hotéis & Resorts. O grupo tem mais de 13 hotéis em várias cidades brasileiras, e é dono de estabelecimentos luxuosos.

Dentre eles, destacam-se o Serrano Resort Convenções & Spa, em Gramado, no Rio Grande do Sul e o hotel Alpenhaus Gramado. Há também o luxuoso castelo Saint Andrews.

Isso sem contar os estabelecimentos de: Sete Coqueiros, Village Pratagy e Meridiano Hotel (em Maceió), Aldeia do Mar Hotel (Itacaré), Iguassu Resort (em Foz do Iguaçu), Marupiara (Porto de Galinhas), Costa Brasilis Resort (Porto Seguro), Viverone Moinhos (Porto Alegre), Yak (Natal), Viverone Hotel (Bento Gonçalves), entre outros.

Além da história de sucesso com a CVC e com o setor hoteleiro, Guilherme Paulus também já se aventurou, e de forma muito positiva, no ramo da aviação. Ele comprou a WebJet, que na época tinha só uma aeronave. Investiu e a transformou em uma das maiores empresas do setor no Brasil.

O sucesso chamou a atenção das concorrentes que a compraram. O negócio milionário foi destaque entre as transações no ramo da aviação.

Saiba mais sobre Guilherme Paulus: http://www.abramark.com.br/web-portfolio/guilherme-paulus/