Flavio Maluf noticia sobre o uso crescente dos drones em vários setores

Regularizados em 2017 pela Agência Nacional de Aviação Civil, os drones estão se expandindo a pleno vapor. De acordo com a consultoria Gartner, nos próximos anos serão vendidos uma média de 3 milhões de aparelhos ao ano, o que significa que esse segmento irá movimentar cerca de US$ 11,2 bilhões a cada ano, noticia o empresário Flavio Maluf.

 

Em sua maioria, a tecnologia dos drones ainda é utilizada em esfera militar, porém, outras áreas também estão começando a adotar esses mecanismos, como as áreas de segurança privada, da fotografia e do agronegócio, informa Flavio Maluf. Este último é um dos setores mais favoráveis aos drones, e estima-se que seja responsável por até 25% do faturamento global desses aparelhos.

 

Uma das maiores vantagens dos drones é a diminuição do tempo necessário para inspecionar grandes áreas. A Geoflorestas, uma empresa brasileira de soluções ambientais, já possui alguns drones em seu acervo para essa tarefa. Entre os clientes da Geoflorestas estão empresas que se encontram em terrenos de grandes extensões, como a geradora Electra Power, que ocupa um território de mais de 150 mil hectares, reporta Flavio Maluf.

 

Segundo o presidente da Geoflorestas, Leandro Aranha, antes da tecnologia dos drones era preciso cerca de seis meses e dez funcionários em tempo integral para realizar o monitoramento de um cliente como esse. Com os drones, o trabalho é feito em um mês e com o auxílio de somente dois funcionários, noticia Flavio Maluf. Sendo assim, os lucros acabam sendo até 50% maiores do que antes.

 

Flavio Maluf se tornou o presidente do Grupo Eucatex no ano de 1997, e desde então adotou uma série de medidas de modernização em toda a empresa. Em 2010, sob a liderança do empresário, a Eucatex inaugurou uma nova fábrica, em Salto, e nos dias de hoje a empresa possui mais uma sede industrial, na cidade de Botucatu.

Saiba mais sobre o Flavio em Crunchbase: https://www.crunchbase.com/person/flavio-maluf